Estátuas 20 anos Diretas Já

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Homenagens também são feitas através de esculturas. Em 20 de abril de 2004, foram inauguradas as esculturas para homenagear Tancredo Neves, Ulisses Guimarães e Teotônio Vilela, personagens importantes da política nacional e principais líderes da campanha por eleições diretas para Presidente da República, ainda no fim do período da ditadura militar. O monumento foi chamado “20 anos Diretas Já” e está na Praça Carlos Chagas, em frente à Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

As estátuas foram produzidas em bronze, pelo artista plástico Léo Santana, e pesam cerca de 200kg cada.

Tancredo Neves (1910-1985) nasceu em São João del-Rei, Minas Gerais, e em 1984 foi um dos maiores incentivadores das Diretas Já. Em 15 de janeiro de 1985, foi anunciado que Tancredo seria o primeiro Presidente Civil, depois de mais de 20 anos de autoritarismo. Porém, na véspera de assumir o cargo, em 15 de março do mesmo ano, Tancredo foi internado no Hospital de Base em Brasília. Após ficar internado no hospital por mais de um mês, o então Presidente eleito faleceu em 21 de abril de 1985.

Ulysses Guimarães (1916-1992) nasceu em Rio Claro, São Paulo. Elegeu-se Deputado Estadual em 1947, pelo Partido Social Democrático (PSD). Três anos depois, passou a ser Deputado Federal, exercendo o cargo por 11 mandatos consecutivos. Também foi Presidente do PMDB durante vários anos. Em 1987, o parlamentar foi candidato à Presidência da República. Ulysses faleceu em um acidente de helicóptero em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, em 12 de outubro de 1992. Seu corpo nunca foi encontrado.

Teotônio Vilela (1917-1983) nasceu em Viçosa, no estado de Alagoas, e era um dos organizadores da União Democrática Nacional (UDN) em seu Estado, em 1952. No segundo governo de Getúlio Vargas, engajou-se na campanha “O Petróleo é Nosso”, cujo desfecho foi a criação da Petrobras, em 1953.

leia mais sobre