As estátuas do Encontro Marcado

(Foto: Vander Bras / Acervo PBH)
(Foto: Vander Bras / Acervo PBH)
No dia 11 de outubro de 2005, a Praça Carlos Drummond de Andrade recebeu estátuas em bronze e em tamanho natural, que homenageiam os chamados “Quatro Cavaleiros do Apocalipse”: Fernando Tavares Sabino, Hélio Pellegrino, Otto de Oliveira Lara Resende e Paulo Mendes Campos. As estátuas foram criadas pelo artista plástico Léo Santana e intituladas Encontro Marcado. A data de inauguração em 11 de outubro foi escolhida para registrar o dia de falecimento do poeta Fernando Sabino.

Atualmente, as estatuas encontram-se situadas na entrada da Biblioteca Pública Estadual Professor Luiz de Bessa, e registram uma prosaica cena dos autores mineiros. Fernando Sabino e Otto Lara estão sentados num banco, enquanto Hélio Pellegrino e Paulo Mendes Campos estão em pé, ao lado dos primeiros.

Fernando Sabino (1923-2004) nasceu em Belo Horizonte. Em 1941, publicou o seu primeiro livro, “Os grilos não cantam mais”. Seu livro de maior sucesso foi “O Encontro Marcado” (1956), traduzido em vários idiomas e diversas vezes reeditado no Brasil. Também escreveu as novelas “A marca” (1944) e “A vida Real” (1952) e as crônicas “A cidade vazia” (1950), “O homem nu” (1960) e “A companheira de viagem” (1965).

Paulo Mendes Campos (1922-1991) também é belo-horizontino. Foi redator dos jornais Correio da Manhã e Diário Carioca. Em 1951 lançou o primeiro livro, “A palavra escrita”, e logo depois “Hora do recreio”.

Otto Lara (1922-1988) nasceu em São João del-Rei, Minas Gerais, e iniciou suas atividades literárias escrevendo artigos de crítica. Dedicou-se ao jornalismo, como repórter do Diário de Notícias e O Globo, além de ser redator de vários jornais e da revista Manchete. Escreveu os contos “O lado humano” (1952) e mais tarde “Boca do inferno” (1957).

Hélio Pellegrino, (1924-1988) nasceu na capital mineira. Escreveu seus primeiros poemas na revista católica “A ordem” (1939) e mais tarde editou o jornal clandestino Liberdade. Foi um dos fundadores da União Democrática Nacional (UDN). 

leia mais sobre