O que escapou a Aristóteles?

O que escapou a Aristóteles?

Data: 20.04.2019 - 14:00

Local: Espaço do Conhecimento UFMG

O que escapou a Aristóteles? A frase foi cunhada por Machado de Assis, no livro Memórias Póstumas de Brás Cubas, quando o narrador supõe que o descontentamento que acomete uma das personagens é um impulso que contagia vários outros, fazendo referência à noção de movimento do filósofo grego. A expressão agora dá nome a uma oficina do Espaço do Conhecimento UFMG, que irá discutir algumas concepções físicas no próximo sábado

Informações Adicionais:

Aluno de Platão, Aristóteles viveu nos anos 300 antes de Cristo e se dedicou ao estudo de diversas áreas, como lógica, retórica e física. Ao investigar o movimento, o filósofo propôs que uma força age sobre um corpo e permanece atuando nele durante toda a trajetória. Muitos séculos depois, no Reino Unido, o cientista Isaac Newton mostrou que não é bem assim. A força, na verdade, é apenas o impulso do movimento e não necessariamente permanece atuando sobre o corpo depois de "empurrá-lo".

 

Em O que escapou a Aristóteles?, os visitantes vão entender um pouco mais sobre as leis do movimento e testar suas hipóteses a partir de experimentos simples. A entrada é gratuita. Podem participar pessoas a partir de 10 anos.

http://espacodoconhecimento.org.br

Telefone: 31 3409-8350

Email: espacoufmg.comunicacao@gmail.com

Entrada Franca


Alguns eventos deste espaço:

16.06.2019

Oficina de Animação com Massinha

Hoje, são muitos os recursos de computador que nos auxiliam na construção de um stop motion. Mas, é possível pôr a mão na massa e exercitar a criatividade para construir uma cena animada! A...

20.06.2019

Relógio de Sol

Identificar a hora solar é simples: na atividade, os participantes veem as horas a partir dos pontos cardeais e das sombras projetadas pela luz da nossa estrela em um ponteiro.

21.06.2019

Brincadeiras indígenas

Voltada para o público infantil, a oficina apresenta aos pequenos jogos que surgiram entre os povos indígenas, como peteca, pião e perna de pau.