Edifício Acaiaca

Foto: Uol

O Edifício Acaiaca, projetado em 1943 pelo arquiteto Luiz Pinto Coelho e inaugurado em 1947, teve inspiração art déco com destaque para duas imensas carrancas que, segundo o arquiteto, foram construídas em homenagem à tribo de mesmo nome, com base em lendas que conferiam a esta tribo grande força e poder.


Endereço: Avenida Afonso Pena, 867 - Centro

Informações Adicionais:

O Acaiaca foi o primeiro arranha-céu da cidade com 130 metros de altura, construído na época da Segunda Guerra Mundial, motivo pelo qual recebeu um abrigo antiaéreo para que as pessoas pudessem se defender de um ataque inimigo. Esse abrigo é, atualmente, utilizado para carga e descarga.
As colunas internas, em forma de cogumelos, permitem que todas as paredes possam ser retiradas, transformando os andares em imensos salões. Lojas luxuosas, como a Sibéria Modas, tradicional em roupas femininas, que vendia casacos de pele e possuía um salão para desfiles de moda, se estabeleceram no Acaiaca. Nos anos 50, funcionava uma boate na sobreloja, frequentada somente pela alta sociedade. Otacílio Negrão de Lima, prefeito da capital na época, era presença confirmada em quase todas as noites. 
Funcionou também no prédio o famoso cinema Acaiaca, que formava grandes filas de espectadores, no local, onde, hoje, há uma igreja evangélica. Entre os anos de 1955 e 1980, a TV Itacolomi, fundada por Assis Chateaubriand, ocupou o 23º e 24º andares do edifício.
O Acaiaca também foi palco de histórias políticas. No 11º andar, conspirava o grupo conhecido como os Novos Inconfidentes, uma classe empresarial que se reunia para planejar o golpe de Estado de 1964. O objetivo era acabar com a ameaça comunista que, segundo eles, estava próxima. No andar, funcionava o Sindicato da Indústria de Fiação e Tecelagem.
O Acaiaca abrigou, ainda, a sede do IBGE em Minas Gerais e a Faculdade de Filosofia da UFMG, o que tornava o edifício um polo de cultura.
Atualmente, funcionam no prédio escritórios de advocacia e de odontologia. No último andar, há exposições itinerantes, onde é possível também apreciar a vista lá de cima. Quando não há nada sendo exposto, caso o visitante queira admirar a vista deve encaminhar email para o condomínio do prédio para que possa ser feito agendamento prévio (edificioacaiaca@gmail.com).
 
Acessibilidade:
Rampa, corrimão e elevador.

Foto: Divulgação

Javascript is required to view this map.