A 800 dias da Copa, Minas cumpre cronograma 100%

Segunda-feira, 2 Abril, 2012 (Todo dia)

por: Comitê Executivo Municipal - Assessoria de Imprensa

Objetivo é completar 100% dos preparativos até a Copa das Confederações, em junho de 2013

Boulevard Arrudas, uma das obras de mobilidade urbana de Belo Horizonte

A 800 dias da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, o Governo de Minas e a Prefeitura de Belo Horizonte seguem em dia com as obras do estádio, mobilidade, setor hoteleiro e também com ações de capacitação.  A obra de reforma do aeroporto de Confins, responsabilidade do Governo Federal, também está dentro do cronograma previsto.

Minas pretende estar 100% preparada para a Copa das Confederações, marcada para junho do ano que vem. No quesito mobilidade, Belo Horizonte é destaque nacional.

Segundo relatório do Ministério Público Federal, a Caixa Econômica Federal liberou, até janeiro desse ano, R$ 206 milhões para as 12 sedes, dos quais R$ 130 milhões para Belo Horizonte. Das 47 obras do Programa de Aceleração do Crescimento – o PAC da Copa do Mundo –, apenas nove haviam sido iniciadas até janeiro desse ano e seis são em Belo Horizonte. As medições de março já atingiram R$ 183 milhões.

“É gratificante perceber que nossas obras estão dentro do cronograma e isso nos motiva ainda mais a trabalhar para termos tudo pronto ainda para a Copa das Confederações, em junho de 2013. Outro detalhe importante é saber que a grande maioria dos projetos já fazia parte do plano de governo da atual gestão da Prefeitura de Belo Horizonte para beneficiar a população da cidade“, afirma Flávia Rohlfs, coordenadora executiva do Comitê da Copa do Mundo de Belo Horizonte.

Mobilidade Urbana: Belo Horizonte vai ganhar até a Copa de 2014, três corredores exclusivos para ônibus articulados, os chamados Bus Rapid Transit (BRT) que transportarão cerca de 750 mil pessoas e que estarão concluídos em 2013. A implantação dos BRTs nas avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos/Pedro I e região central vão tirar do centro da cidade cerca de 130 linhas de ônibus.

Hotelaria: Para 2013, Belo Horizonte ganhará oito novos estabelecimentos hoteleiros e, para a Copa do Mundo, em 2014, terá cerca de 36 mil leitos. A cidade terá, pelo menos, quatro hotéis de cinco estrelas e 11 de quatro estrelas. A Prefeitura já licenciou 43 novos projetos de hotéis – com alvará de construção já liberados – e tem outros 18 em processo de licenciamento. Todos tem prazo até 31 de março de 2014 para entrarem em operação.

Capacitação: Até o final deste ano, mais de 5 mil pessoas serão capacitadas para a Copa em projetos que envolvem parcerias do Governo de Minas e da Prefeitura de BH com a iniciativa privada (cursos de línguas, agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista, gestão de negócio, planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe).

Aeroporto:A obra do Governo Federal está em andamento e tem conclusão prevista para dezembro de 2013. Após a reforma o aeroporto Internacional Tancredo Neves terá capacidade ampliada de 10,2 (2011) para 16,5 milhões de passageiros/ano, sendo 11,6 milhões no do terminal de passageiros 1 e 4,9 milhões no do terminal remoto; nova área de carga e descarga; ampliação da área comercial; substituição de escadas rolantes; instalação de 17 elevadores e reforma dos pontos de check-in.

Mineirão: O Mineirão está com 55% da obra concluída. São 1850 operários em campo. Nesse momento, uma das principais frentes de trabalho é a construção da esplanada onde 54% das peças pré-moldadas já estão instaladas. Três gruas trabalham na área interna do estádio, com objetivo de buscar com agilidade peças e materiais depositados área externa. Já começaram as atividades de infraestrutura elétrica, instalações hidráulicas e drenagem. 80 % dos futuros banheiros e bares já receberam reboco e piso e metade já está com bancada e divisórias em granito. 30% da arquibancada inferior , futura área VIP,  está pronta. No final de abril começam a ser instaladas as estruturas em aço da nova cobertura.

O Novo Mineirão, após a reforma, terá 64 mil lugares, esplanada com capacidade para 65 mil pessoas, 80 camarotes, 2.800 vagas para carros, tribuna para quase três mil jornalistas, sete mil m2 para comércio e cobertura que capta energia solar e transforma em elétrica capaz de abastecer 1.500 residências de médio porte.

“Para nós mineiros, faltam apenas 263 para o início da Copa. No dia 21 de dezembro de 2012, será entregue a obra do Mineirão. Estaremos prontos pra toda e qualquer demanda da FIFA”, afirma Sergio Barroso, secretário de estado extraordinário da Copa do Mundo.

(Com informações da SECOPA-MG)