Belo Horizonte se prepara para mais um Carnaval de sucesso

tags

Quinta-feira, 14 Fevereiro, 2019

por: Ascom

Cerca de 4,6 milhões de foliões são esperados para curtir uma extensa programação carnavalesca

Rodrigo Clemente

Belo Horizonte entrou, definitivamente, para a lista dos melhores carnavais do país. E agora, em 2019, a Prefeitura prepara a capital dos mineiros para mais um Carnaval de sucesso, com um trabalho integrado, que envolve 40 órgãos, entre municipais, estaduais, federais e privados, garantindo infraestrutura, segurança, mobilidade, limpeza e conforto para a folia. Para este ano, a expectativa é que o público seja 20% maior do que o registrado em 2018. Cerca de 4,6 milhões de foliões devem curtir a programação, que conta com mais de 600 cortejos de blocos de ruas, shows nos palcos oficiais em diversas regionais da cidade, desfiles de Escolas de Samba e Blocos Caricatos, além dos eventos privados.

 “A cidade é do povo de Belo Horizonte, que deve aproveitar o Carnaval. Estamos com uma estimativa de mais de 4,5 milhões de foliões. E, cada vez mais, queremos que as pessoas venham para Belo Horizonte, porque sabem que o nosso Carnaval é alegre, bem planejado, bem executado, tem liberdade, ordem e, principalmente, segurança. Quero um grande Carnaval em Belo Horizonte, do qual tenho um grande orgulho”, afirma o prefeito Alexandre Kalil.
 
O período oficial do Carnaval de Belo Horizonte começa em 16 de fevereiro e ultrapassa a Quarta-feira de Cinzas, terminando somente no domingo, dia 10 de março, com 23 dias de programação. O slogan deste ano é “Carnaval de Belo Horizonte: é de todo mundo! ”. “Não trabalhamos para ter o maior Carnaval, mas sim para ter o melhor do país. Um dos nossos diferenciais está no trabalho integrado e planejado entre os órgãos responsáveis, o que nos permite, mesmo recebendo mais público a cada ano, melhorar índices de segurança, por exemplo”, afirma o diretor-presidente interino da Belotur, Gilberto Castro.
 
A programação oficial do pré-carnaval de Belo Horizonte já está disponível no hotsite www.carnavaldebelohorizonte.com.br e, em breve, estará também no aplicativo ‘Belo Horizonte Surpreendente’. A partir desta data, as informações sobre blocos de rua serão atualizadas diariamente.
 
Crescimento
Os números apurados até o momento confirmam as expectativas de crescimento do Carnaval. Em 2019, a Belotur cadastrou inicialmente 590 blocos de rua interessados em desfilar. Devido à desistência de alguns representantes dos grupos, esse número passou para 515. Em 2018, foram 420 blocos. Da mesma forma, em dois anos o número de escolas de samba dobrou, passando de quatro participantes em 2017 para oito em 2019.
 
O patrocínio também aumentou. A proposta vencedora do edital, oferecida pela empresa Do Brasil Projetos e Eventos, foi de R$ 10,5 milhões em verba direta, sendo R$ 4,5 milhões para 2019 e R$ 6 milhões para 2020, além de planilhas de estruturas e serviços no valor de R$ 8,3 milhões para cada ano. A soma do patrocínio nos dois anos chega a R$ 27,16 milhões, o que gera uma economia significativa nos investimentos por parte da Prefeitura. O número de ambulantes passou de 9,6 mil credenciados em 2018 para 13,1 mil autorizados para comercializar bebidas e adereços na festa deste ano.
 
A cervejaria Skol assina a chancela de patrocinadora master, repetindo uma parceria que já dura alguns anos. “Acreditamos que o Carnaval é um importante movimento cultural de Belo Horizonte e, por isso, este ano, o nosso foco maior é apoiar e co-criar iniciativas que visem uma festa mais inclusiva, acessível e democrática.  Ampliamos o apoio a blocos que têm estilos e bandeiras diversificadas, abrangendo também os que estão fora da região Centro-Sul”, afirma o diretor da Ambev-MG, Marino Lima.
 
Já a Uber assina a chancela de patrocinadora, repetindo o apoio de 2018. "Temos acompanhado o crescimento do Carnaval de Belo Horizonte e com essa parceria queremos reafirmar nosso compromisso em ser parte da cidade e em colocar à disposição nossa tecnologia para que os mineiros e seus visitantes possam curtir a festa", assinala o gerente geral da Uber em Minas Gerais, Henrique Weaver. Na lista de marcas que patrocinam o Carnaval de Belo Horizonte está ainda a Red Bull.

Banheiros químicos
Uma evolução na infraestrutura do Carnaval deste ano está no aumento de banheiros químicos espalhados pela cidade. Serão 6,2 mil banheiros fixos distribuídos em 55 pontos, entre os dias 1º e 5 de março. Além disso, outros 3,6 mil banheiros móveis e 250 cabines PNE (para portadores de necessidades especiais, entre fixas e móveis) também darão suporte aos foliões.
 
Kandandu: abertura oficial
Quem abre a folia na capital é o grande encontro de blocos afro, o Kandandu, que na língua africana kimbundu significa ‘abraço’. A expressão tem a ver também com a união de filosofias, ideais, conhecimentos e vivências por meio da ancestralidade africana. O evento acontece desde 2017, na sexta-feira de Carnaval. Este ano o encontro ganhou mais um dia, com a programação estendida para o sábado, na Praça da Estação.
 
Portanto, nos dias 1º e 2 de março, haverá apresentação gratuita de dez blocos afro belo-horizontinos: Afoxé Bandarerê, Angola Janga, Magia Negra, Fala Tambor, Samba da Meia-Noite, Timbaleiros do Gueto, Swing Safado, Afrodum, Kizomba, Bloco Oficina Tambolelê.
 
No ano passado, o evento foi reconhecido pelo Ministério dos Direitos Humanos como uma das principais ações de promoção da igualdade racial do país. A homenagem foi estendida à Associação de Blocos Afro de Minas Gerais (Abafro/MG), que divide a construção e articulação do Kandandu.
 
Palcos oficiais
A Prefeitura, por meio da Belotur, irá montar oito palcos em diversos pontos da cidade, onde se apresentarão artistas locais e regionais. A novidade para 2019 está na ampliação da programação infantil. O ‘Carnavalzinho’ continua nos palcos do Parque Municipal e da Savassi, mas chega também ao palco da avenida Brasil que, durante três dias, terá suas manhãs focadas no público infanto-juvenil. Valorizando a descentralização da folia, palcos serão montados nas regionais Leste, Norte/Nordeste, Barreiro, Venda Nova e Pampulha, nessa última pela primeira vez durante o Carnaval.
 
●    PALCO PRAÇA DA ESTAÇÃO – 5 dias
1/3, sexta-feira, das 18h às 1h.
2 a 5/3, de sábado a terça-feira, das 17h às 23h
●    PALCO AVENIDA BRASIL – 3 dias
2, 3 e 4/3, sábado a segunda-feira, das 10h às 14h (Carnavalzinho) e das 18h às 23h
●    PALCO PARQUE MUNICIPAL – CARNAVALZINHO – 1 dia
3/3, domingo, das 10h às 14h
●    PALCO SAVASSI (Rua Tomé de Souza, esquina com Cristóvão Colombo) – CARNAVALZINHO – 1 dia
5/3, terça-feira, das 10h às 14h
●    PALCO BARREIRO (Avenida Deputado Álvaro Antônio entre avenidas Olinto Meireles e Dois) – 1 dia
5/3, terça-feira, das 16h às 23h
●    PALCO VENDA NOVA (Avenida Érico Veríssimo entre rua dos Crenaques e rua dos Xavantes) – 1 dia
4/3, segunda-feira, das 16h às 23h
●    PALCO NORTE/NORDESTE (Via 240 - avenida Risoleta Neves (entre a avenida 929 e a rua Raimunda Ferreira Rocha) – 1 dia
2/3, sábado, das 16h às 23h
●    PALCO NOROESTE/PAMPULHA (Rua Amintas Jacques Morais entre rua Real Madrid e rua Egito)
3/3, domingo, das 16h às 23h
 
Na Afonso Pena: desfile de Escolas de Samba e Blocos Caricatos
A estrutura montada será ampliada para que as Escolas de Samba e Blocos Caricatos ganhem mais espaço para as preparações. A Belotur estima um público de aproximadamente dez mil pessoas. A entrada é gratuita. Confira a programação:
Blocos Caricatos
4/3, segunda-feira
1. Unidos Zona Norte
2. Os Inocentes de Santa Tereza
3. Estivadores do Havaí
4. Por Acaso
5. Mulatos do Samba
6. Bacharéis do Samba
7. Infiltrados de Santa Tereza
8. Corsários do Samba
9. Real Grandeza (Grupo B)
10.  Acadêmicos da Vila Estrela (Grupo B)
11.  Os Aflitos do Anchieta (Grupo B)
ESCOLAS DE SAMBA
5/3, terça-feira
1. Abertura: Afoxé Bandarerê
2. Grêmio Recreativo Escola de Samba Raio de sol (Grupo B)
3. Associação Recreativa Unidos Guaranis (Grupo B)
4. 1º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente Bem-te-vi
5. 2º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Cidade Jardim
6. 3º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Venda Nova
7. 4 º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Canto da Alvorada
8. 5º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Imperavi de ouro
9.    6º grupo A: Grêmio Recreativo Escola de Samba Estrela do Vale
Em 2019, o valor das subvenções aumentou, tanto para as Escolas de Samba quanto para os Blocos Caricatos. Cada Escola de Samba do Grupo Especial receberá o valor de R$ 100 mil para desfilar na avenida. Para os grupos de Acesso, o valor destinado será de R$ 50 mil. Esses valores representam um aumento de 30% em relação a 2018. Já para os Blocos Caricatos a subvenção teve um crescimento de 20%. Para o Grupo A o valor passa a ser de R$ 45 mil e para o grupo B será destinada a quantia de R$ 31 mil.
 
A premiação foi ampliada para todas as categorias. Em 2019, os Blocos Caricatos vencedores do Grupo A receberão o prêmio de R$ 30 mil para a primeira colocação, R$ 20 mil para o segundo lugar e R$ 10 mil para o terceiro. Para as Escolas de Samba vencedoras do Grupo Especial a gratificação também aumenta: R$ 80 mil, R$ 40 mil e R$ 20 mil para os três primeiros lugares respectivamente.
 
2º Circuito Carnaval Gastrô/Programação Associada
Além dos Blocos de Rua e Palcos Oficiais, Belo Horizonte recebe, ainda, dezenas de eventos de carnaval particulares, que mantêm o clima de folia na cidade inteira. A programação associada deste ano já conta com mais de cem shows, eventos e festas.
 
Outro destaque é a segunda edição do Circuito Carnaval Gastrô, uma ação da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-MG), com apoio da Belotur. Em 2019 serão 38 bares de diversas regiões da cidade que vão servir pratos e petiscos a preços especiais. Para saber quais são os estabelecimentos participantes, basta consultar: www.carnavaldebelohorizonte.com.br.
 
AÇÕES INTEGRADAS
SEGURANÇA
O Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) está com uma operação especial para garantir o bom funcionamento da cidade durante o Carnaval, trabalhando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, com as 16 instituições representadas na Sala de Controle Integrada.

Planejamento operacional integrado: além do planejamento realizado pela Belotur para a produção do evento, existem outros planos operacionais em curso para viabilizar o Carnaval 2019 e a rotina da cidade.  O COP-BH articula com as instituições municipais e estaduais a atuação com foco na segurança, mobilidade urbana, atendimento de urgência, serviços urbanos, ordem pública e proteção social. Esse planejamento é compartilhado com o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública.
 
Posto de Comando 2019 e o monitoramento em tempo real: composto por representantes de instituições responsáveis pela organização e apoio operacional para a realização do Carnaval de Belo Horizonte 2019, o Posto de Comando tem como objetivo monitorar o planejamento e responder, de forma integrada, aos eventuais problemas ocorridos.
 
Este ano, ele contará com instituições municipais, como a Guarda Municipal, BHTrans, Secretarias Municipais de Obras e Infraestrutura e de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Subsecretaria de Fiscalização, SAMU, Diretoria de Prevenção Social ao Crime e à Violência e Prodabel, além de instituições estaduais, como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Tribunal de Justiça, Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas/DEER e, ainda, a CBTU.
 
O Posto de Comando deste ano funcionará 60 horas a mais do que o de 2018, que permaneceu de plantão durante 126 horas. Os representantes que estarão trabalhando no Posto de Comando, monitorando em tempo real a cidade por meio de 1,4 mil câmeras, têm acesso às funcionalidades que os colaboradores do COP-BH possuem, como a plataforma integrada que otimiza a execução e coordenação de ações preventivas e corretivas do evento. É por meio dela que as instituições terão acesso aos pontos de concentração dos blocos, itinerário previsto, desvios programados, pontos de dispersão dos blocos, volume de público, emprego operacional das instituições municipais, contato com os organizadores, localização dos palcos, entre outros.
 
Equipes Volantes: criadas em 2018, as equipes volantes também serão reforçadas neste ano. Circulando nas ruas da cidade das 10h até as 4h manhã, as quatro equipes são acionadas e direcionadas pelo Centro Integrado de Operações quando for necessário, para coibir contravenções e em caso de problemas nos desfiles dos blocos, por exemplo. Cada equipe contará com dois guardas municipais, dois agentes da BHTrans, dois fiscais e dois policiais militares.
 
Operações Especiais Integradas: outros reforços deste ano são as Operações Especiais Integradas em vias de grande concentração de público, como a rua Sapucaí, rua Alberto Cintra, rua Pium-í, avenida Guarapari, avenida Fleming e Praça da Liberdade. Esses locais receberão planos integrados específicos para garantir mobilidade, segurança, serviços urbanos, ordem pública e proteção social.
 
A Defesa Civil de Belo Horizonte vem trabalhando para levantar os diversos riscos que podem estar nas rotas dos blocos de rua e repassar as informações para as regionais responsáveis.  Durante todo o período oficial do Carnaval o órgão fará um monitoramento 24h por dia. Os foliões podem ter acesso às informações sobre clima e tempo pelas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram e canal público do Telegram pelo endereço: defesacivilbh.

Guarda Municipal faz capacitação sobre cidadania no Carnaval
A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio das secretarias municipais de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania e de Segurança e Prevenção, promove nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro uma capacitação para a Guarda Municipal de Belo Horizonte sobre a operação de Carnaval com foco em direitos e cidadania para mulheres, LGBTs, crianças, adolescentes e jovens.

A capacitação, que também vai abordar a igualdade racial, será realizada das 13h30 às 17h30, na sede da Prefeitura (avenida Afonso Pena, 1.212, Centro). A expectativa é treinar 400 guardas, divididos em turmas nos dois primeiros dias de atividades. O objetivo do encontro é instrumentalizar a Guarda Municipal para realizar um atendimento qualificado das populações que são foco das principais violações de direitos em grandes eventos.
 
MOBILIDADE
Durante o Carnaval de Belo Horizonte, a BHTrans vai realizar uma grande operação de trânsito e transporte na Área Central da capital e nas regionais com o objetivo de garantir a mobilidade dos foliões e da população que precisa transitar próximo aos locais da festa. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito (BHTrans, Polícia Militar e Guarda Municipal) vão trabalhar em parceria com diversos órgãos no Centro de Operação da Prefeitura (COP-BH).
 
Planejamento no trânsito: para a grande programação de blocos de rua na Área Central será preparado um esquema delimitando as áreas de desfiles, criando assim uma estrutura fixa de interdições e desvios no trânsito para minimizar os impactos para quem precisa se locomover na capital. A recomendação é que os motoristas priorizem trafegar pela avenida do Contorno, que estará liberada para o trânsito e transporte coletivo.
 
Área Hospitalar: para ir à Área Hospitalar, o indicado é também utilizar a avenida do Contorno e acessar pela rua Maranhão (próximo ao Hospital da Polícia Militar) ou pela avenida Francisco Sales. Esse trajeto estará livre para o trânsito, em ambos os sentidos da avenida do Contorno, e os agentes da BHTrans irão preservá-los durante os deslocamentos dos blocos.
 
Transporte coletivo: para garantir a mobilidade dos usuários durante o Carnaval, o esquema de trânsito e transporte da Área Central vai contar com rotas especiais, incluindo alterações no itinerário e nos pontos de embarque e desembarque. As linhas do MOVE terão operação especial durante o Carnaval para atender os usuários. O Foliônibus, parceria da Belotur com seus patrocinadores, terá frota de 35 veículos, que estarão rodando gratuitamente em duas rotas, entre 2 e 5 de março, das 10h às 22h.
 
A BHTrans vai disponibilizar no portal da Prefeitura - www.pbh.gov.br - um ‘Guia de Bolso’. Nele, o cidadão poderá consultar, baixar ou imprimir um mapa com o desvio e os pontos da linha que utiliza. Para orientar os foliões e usuários sobre as mudanças no transporte coletivo, funcionários da BHTrans prestarão informações nos postos “Ponto de Informação” em locais estratégicos da Área Central.
 
Em média serão 250 agentes da BHTrans atuando diariamente durante o Carnaval nas Unidades Integradas de Trânsito (UIT) e em parceria nas ruas com os agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Somando com outras equipes (semafórica, COP-BH, reboques, entre outros) serão mais de 500 profissionais. Informações sobre trânsito e transporte do Carnaval 2019 podem ser conferidas no twitter @OficialBHTRANS. Os usuários da rede social também podem seguir a hashtag #CarnavalBH2019 para acompanhar as atualizações.

Saúde
A Secretaria Municipal de Saúde está trabalhando em várias frentes, atuando na prevenção de doenças e assistência à saúde dos foliões. Para evitar infecções sexualmente transmissíveis, por exemplo, já foram iniciadas as ações de distribuição de mais de dois milhões de preservativos para entidades e empresas envolvidas no Carnaval, além de organizações não-governamentais (ONGs) e unidades de saúde. Para reforçar a conscientização em relação a outras doenças e cuidados gerais, foram produzidos materiais informativos - online e impresso - direcionados aos foliões e aos turistas e que serão entregues na rede hoteleira e rodoviária.
 
Em relação a assistência, serão montados três Postos Médicos Avançados (PMAs) que irão funcionar entre os dias 1º e 5 de março e têm a capacidade de atender ocorrências como desidratação, intoxicação, crises convulsivas e pequenos traumas. Cada PMA será acompanhado por uma ambulância do SAMU, que ficará de prontidão para, caso necessário, fazer transferência de algum paciente para UPA ou unidade hospitalar.
 
Dos três PMAs, um deles é o Posto Médico Móvel - parceria com o Corpo de Bombeiros - que atuará nos blocos com maior número de foliões. A estrutura – um caminhão com equipamentos médicos, leitos de observação e profissionais de saúde – será instalada na dispersão dos blocos.  Ela conta com quatro leitos de observação e um leito direcionado para atendimento de grande urgência.
 
A rede hospitalar foi reforçada com a abertura de mais 16 leitos de retaguarda, além do aumento de profissionais de saúde que vão se dedicar aos atendimentos durante o Carnaval. São 91 médicos, 76 enfermeiros e 222 técnicos de enfermagem. As ambulâncias do SAMU também estarão à disposição e vão dar retaguarda se posicionando próximo ao andamento dos blocos.

Limpeza Urbana
A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) preparou, para esta edição do Carnaval de Belo Horizonte, um projeto de sustentabilidade com duas frentes. A primeira será uma ação com os catadores de materiais recicláveis, que vão passar por 12 blocos, selecionados pela Belotur e SLU, fazendo a catação. O projeto contará com 130 trabalhadores que vão se dividir em três grupos de 30 a 50 pessoas por dia. Todos os catadores estarão equipados com equipamentos de proteção individual e camiseta com a identidade visual do projeto. Os blocos escolhidos foram: Volta Belchior, Quando Come se Lambuza, Bloco da Calixto, Pacato Cidadão, Angola Janga, Alô Abacaxi, Unidos do Barro Preto, Havayanas Usadas, Garotas Solteiras, Pisa na Fulô, Juventude Bronzeada e Ordinários.
 
A segunda ação da SLU é a ampliação dos Locais de Entrega Voluntária (LEVs) de recicláveis. A partir do dia 23/02 a cidade contará com dez novos pontos fixos de coletores, totalizando 16 contentores para coleta de recipientes de vidro. São eles: Praça da Estação; Praça Rui Barbosa; Rua Sapucaí; Rua Guaicurus; Avenida Brasil (Bernardo Monteiro); Praça da Liberdade; Praça Diogo de Vasconcelos/ Savassi; Avenida Afonso Pena com avenida Álvares Cabral; Praça da Assembleia; Praça Duque de Caxias; Avenida Afonso Pena com rua Timbiras; Avenida do Contorno com avenida Getúlio Vargas; Avenida Fleming; Avenida Getúlio Vargas com rua Rio Grande do Norte; Praça Afonso Arinos; e Rua São Luiz.

Inovação
Um dos importantes eixos trabalhados nas ações da Prefeitura para o Carnaval é a inovação. A grande novidade deste ano é um edital que premiará soluções criativas - produtos, serviços ou processos para o Carnaval, sugeridos por startups, empreendedores, detentores de tecnologias, estudantes, profissionais e pesquisadores. O concurso tem como propósito alavancar novas soluções que contribuam para a transformação urbana e social. Os candidatos podem se inscrever nos eixos temáticos Turismo, experiências e produtos; Mobilidade, transporte e acessibilidade; Segurança, prevenção e bem-estar e Sustentabilidade, limpeza e gestão de resíduos.
Outro foco de inovação proposto pela Belotur é a “Pesquisa com o Folião”, que será aplicada pelo Observatório do Turismo de Belo Horizonte. O objetivo é criar uma série histórica e desenvolver uma análise comparativa com dados dos anos anteriores. O questionário será aplicado entre 1 e 6 de março, com uma amostragem de 1,5 mil pessoas presentes em blocos descentralizados, de tamanhos e estilos diferentes. A partir dessa pesquisa a Belotur traça o perfil do folião (residente e turista), conhece os gastos detalhados dos participantes e analisa os principais destinos emissores de turistas para o evento.

Promoção Turística
Com o objetivo de incrementar a oferta turística da cidade no Carnaval, a Belotur está realizando uma ação de promoção e apoio à comercialização junto à cadeia produtiva do turismo. Hotéis e receptivos que estão oferecendo pacotes promocionais para o Carnaval de Belo Horizonte 2019 têm uma página exclusiva no hotsite oficial da festa para suas informações. Empresas que queiram fazer parte da ação podem enviar suas promoções para o e-mail promo.bhz@pbh.gov.br até 15 de fevereiro. Para conferir as promoções é só acessar:
●    Hospedagem: www.carnavaldebelohorizonte.com.br/onde-se-hospedar/
●    Agências: www.carnavaldebelohorizonte.com.br/agencia-de-viagem/