Corte Momesca de BH mostra que tem mais do que samba no pé

tags

Terça-feira, 31 Janeiro, 2017

por: Assessoria de Comunicação

Conheça os perfis dos embaixadores da alegria do Carnaval de BH

Corte Momesca 2017

O largo sorriso no rosto da Corte Momesca do Carnaval de 2017 de Belo Horizonte não é uma representação. O trio formado por Rafael Eduardo, eleito Rei Momo, a rainha Mariene Luíza Lopes Pereira e a princesa, Natália Moreno têm realmente uma alegria nata e juntos prometem contagiar não somente os foliões como crianças e idosos de creches e asilos que visitarão.

A própria história de cada um mostra a garra deles que sobrepõe o belo samba no pé. Além disso, a corte para os três não é uma novidade. Eles são bicampeões de anos anteriores. Confira o perfil de cada um:

Rei: Rafael Eduardo

Rafael Eduardo, 27 anos, já acumula um título inédito: em 2012 foi eleito o primeiro Rei Momo magro do Carnaval de Belo Horizonte. “Agora, em 2017 vim concorrer de coração aberto não somente para tentar o título, mas para me divertir. Amo dançar e amo toda essa alegria que o carnaval tem”, comenta Rafael. Morador do Santa Terezinha, na Região da Pampulha, ele mostra que energia tem de sobra: é educador físico, coreógrafo, bailarino e ator. Adora dançar e degustar um bom hambúrguer artesanal. São 72 quilos muito bem distribuídos em 1,72 metros de altura.

É primo de segundo grau da rainha Mariene e muito amigo da princesa Natália que junto com ele faz parte do Grupo de Pesquisa e Folclore Guararás.  “É uma honra para mim poder representar e levar alegria para todos em Belo Horizonte, poder encantar as pessoas e sobretudo levar a mensagem de paz”, destaca Rafael Eduardo.

Rainha: Mariene Luíza Lopes Pereira 

Apesar da pouca idade, 25 anos, a rainha Mariene Luíza, moradora do Bairro Nova Esperança, já tem experiência na corte: ela foi princesa nos carnavais de 2013 e 2015. Sempre sonhou em conquistar o posto de rainha e trabalhou duro para isso. Mesmo com uma rotina atribulada – durante o dia trabalha na secretaria da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e à noite cursa o sexto período do curso de Direito da Escola Superior Dom Hélder Câmara – ainda arruma tempo para malhar pelo menos uma hora por dia. No final do ano, intensificou o treino na academia o que a deixou ainda mais em forma. Já o samba no pé está no sangue como costuma dizer. Mariene nunca fez aulas. Amante do Carnaval, desde criança participava das folias! “Foi com muita emoção que recebi o título de rainha do Carnaval de BH. É a realização de um sonho. Espero poder levar para as comunidades da capital muito amor, alegria e carinho. Nosso papel é valorizar Belo Horizonte com simplicidade e humildade”, destaca Mariene.

Princesa:  Natália Moreno

Ao contrário do que as histórias infantis costumam contar, a princesa Natália Moreno, 27 anos, acorda diariamente muito cedo. Ela é professora de educação física e dá aulas para crianças em escolas da capital e também para adultos. São aulas de educação física e também de danças rítmicas. “Assim como Rafael amo dançar. Nós sempre saímos juntos para dançar. Já são 10 anos de uma amizade e fiquei muito feliz em fazer parte da corte junto com ele”, revela Natália. Bicampeã, em 2012 ela recebeu o título de segunda princesa durante o carnaval. “Espero poder cumprir muito bem meu papel levando muita alegria e harmonia para todos”, destaca.

Foto: Divulgação Belotur

Legenda: Da esq. p/ dir.: Mairene Luíza Pereira (Rainha), Rafael Eduardo (Rei) e Natália Moreno (Princesa) em eleição no Mercado Distrital de Belo Horizonte