Monumentos de Belo Horizonte serão decorados durante o Carnaval

tags

Quinta-feira, 9 Fevereiro, 2017

por: Assessoria de Comunicação

O prazo para inscrições do Projeto Decora BH vai até sexta-feira (10/2)

No espírito carnavalesco que toma conta de Belo Horizonte, monumentos da capital serão enfeitados com adereços elaborados com material reciclado. Batizado de ‘Decora BH’, o projeto da Belotur conta com curadoria do artista mineiro e carnavalesco Leo Piló, especialista em reaproveitamento e uso de materiais não convencionais em suas criações.

Os adereços serão confeccionados nas oficinas ministradas pelo próprio artista plástico nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro. Ao todo serão seis horas/aula (três horas de aula teórica e outras três de prática).

As inscrições para participar das oficinas são gratuitas (vagas limitadas) e devem ser feitas até sexta-feira (10) por meio deste link: https://goo.gl/forms/H7WZApqUQcf3AItv1

 

O intuito, de acordo com a Diretora de Planejamento e Economia Criativa da Belotur, Marah Costa, é destacar os monumentos da cidade estimulando a proteção do patrimônio especialmente no período do Carnaval devido ao grande fluxo de pessoas. “Queremos despertar a atenção da população e dos visitantes para a presença e relevância dos monumentos no cenário de Belo Horizonte, promovendo um novo olhar e experiência urbana”.

 

Segundo o artista plástico os adereços serão produzidos a partir de resíduos sólidos urbanos para enfeitar as estátuas, bustos, esculturas das ruas e praças de nossa cidade. “A ideia é utilizar técnicas e métodos de redução, reciclagem e reutilização na confecção dos adereços preservando e ressaltando as características peculiares de cada monumento, surpreendendo, intrigando e encantando a todos”, explicou Leo Piló.

 

Intervenções semelhantes já ocorreram em cidades como Bruxelas na Bélgica, Campinas, São Paulo e Porto Alegre com resultados positivos para os objetivos almejados. Segundo Marah Costa, estimulando a interação do espectador perante os monumentos e seus significados, cria-se um sentimento de pertencimento da população com as obras que marcam a história e memória de Belo Horizonte.

 

O objetivo é que seja uma ação efêmera com impactos na proteção do patrimônio, sensibilização e conscientização sobre sustentabilidade e responsabilidade social, bem como a interação com o meio urbano por meio de atitudes renovadoras. 

 

Oficinas

 

As oficinas serão compostas por 3 horas de aula teórica e 3 horas de aula prática que serão ministradas pelo artista plástico Leo Piló. Para participar da aula prática é obrigatório ter participado da aula teórica.

 

• Oficina inaugural (aula teórica): 13 de fevereiro

Local: Auditório Belotur - Rua da Bahia, 888, 2º andar – Centro

Horário: 18 às 21hs

 

• Oficina (aula prática) – 14 e 15 de fevereiro

Local: Ateliê Centro de Referência da Juventude - Rua Guaicurus, 50 - Centro (Praça da Estação)

Horários: Manhã (9 às 12hs), Tarde (14 às 17hs), Noite (18 às 21hs)

 

O participante no ato de inscrição poderá escolher o dia e horário que melhor o atenda.  As inscrições serão feitas pela Belotur, até sexta-feira dia 10, por meio de formulário on-line, e as confirmações serão feitas posteriormente por e-mail.