São Gererê é pentacampeã do Arraial de Belo Horizonte

tags

Terça-feira, 11 Julho, 2017

por: ASCOM

Tema da apresentação foi uma homenagem aos 35 anos do Grupo Galpão

Foto: Tamires Martins

“Entramos no tablado com o coração no chapéu de palha”. Essas aspas são de Jadison Nantes, presidente do Grêmio Recreativo Cultural São Gererê, que comemorou, pela quinta vez, o primeiro lugar do Grupo Especial do Concurso de Quadrilhas do Arraial de Belo Horizonte 2017, alcançando a pontuação máxima (100 pontos). A quadrilha, que foi a última se apresentar no domingo, na Praça da Estação, prestou homenagem aos 35 anos do Grupo Galpão, um dos mais importantes do país, recriando a montagem histórica de ‘Romeu e Julieta’.
A apuração dos votos dos jurados aconteceu na tarde desta terça-feira (11/7), no Coreto do Parque Municipal Américo Renê Gianetti, no centro da cidade. As quadrilhas Fogo de Palha e Fulô de Laranjeira conquistaram 99,9 pontos. O critério de desempate foi a pontuação do Conjunto, ou seja, a forma geral e integrada de apresentação como Grupo de Quadrilha Junina. Com isso, Fogo de Palha se sagrou a vice-campeã e o terceiro lugar ficou com a Fulô de Laranjeira. Para finalizar a premiação, o Grêmio Cultural São Mateus ficou com o quarto lugar.
Confira abaixo a premiação:
·         1º. Lugar – Grêmio Recreativo Cultural São Gererê: R$ 14.000,00
·         2º. Lugar – Associação Cultural de Quadrilha Fogo de Palha: R$ 12.000,00
·         3º. Lugar – Quadrilha Junina Fulô de Laranjeira: R$ 10.000,00
·         4º. Lugar – Grêmio Cultural São Mateus: R$ 8.000,00
Os quesitos julgados foram: a) Conjunto, ou seja, o "todo" da apresentação, a forma geral e integrada de apresentação como Grupo de Quadrilha Junina, o alinhamento, a espontaneidade, criatividade, empolgação, vibração, agilidade e vigor dos participantes; b) Coreografia, que compreende a execução dos passos, passos tradicionais juninos, ocupação uniforme do espaço e ritmo da música e da dança; c) Caracterização adequada à festa junina mineira e de acordo com o estilo e a criação do grupo de quadrilha. Foi levada em consideração a originalidade e a criatividade dos materiais utilizados na confecção do figurino, valorizando a harmonia das cores e o conjunto. d) Marcador, sua desenvoltura durante a apresentação, entrosamento com o grupo e com o público, firmeza e convicção na marcação dos passos, criatividade; e) Casal de Noivos: animação, simpatia, harmonia do casal, entrosamento do casal entre si, com a quadrilha e com o público.
 
Grupos rebaixados:
Três grupos foram rebaixados e poderão participar do Arraial de Belo Horizonte de 2018 somente no Grupo de Acesso. São eles: Grêmio Recreativo Arriba Saia, Grupo Folclórico Pé Rachado e Quadrilha Balancê Mineiro.