SINALIZAÇÃO TURÍSTICA INTERPRETATIVA PAMPULHA

Terça-feira, 5 Março, 2013 (Todo dia)

por: Assessoria de Comunicação - Foto: Embratur

Pampulha - Foto: Embratur

 
A Belotur abriu, na última semana (28/02), processo licitatório para contratação de empresa que realizará instalação de sinalização interpretativa na Pampulha. O projeto é uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur e do Comitê Municipal da Copa, e do Governo de Minas, através da Secretaria de Estado Extraordinária para a Copa do Mundo. A previsão é de que toda a sinalização, que conta com cerca de 70 placas, esteja pronta em junho, para a Copa das Confederações.
 
Com aporte de recursos de R$ 550 mil, o projeto contempla sinalização interpretativa nos atrativos e nos locais de interesse turístico do Conjunto Urbanístico e Arquitetônico da Pampulha. Além dos tradicionais locais de visitação como o Museu de Arte, a Casa do Baile, a Igreja São Francisco de Assis, entre outros, a sinalização turística contemplará também mirantes, edifícios públicos, estádios de esportes, obras de arte, praças, dentre outros atrativos.
 
De acordo com o presidente da Belotur, Mauro Werkema, a sinalização é um importante elemento para o posicionamento do turista e de informação para a população. “Em um ambiente de visitação o turista precisa de elementos que lhe forneçam informações que substanciem seu relacionamento com o patrimônio e com o destino que ele está visitando. Essa nova sinalização, além de orientar, também estimula o sentimento de preservação do morador, sensibilizando-o para a importância do patrimônio histórico, artístico e cultural”.
 
Conteúdo multimídia - A sinalização interpretativa nos atrativos da Pampulha fornecerá informações gerais sobre o local ou monumento, as paisagens, características arquitetônicas, o contexto regional e histórico. Além disso, apresentará possibilidades de visitação, sugestão de roteiros e informação sobre distâncias. As placas serão equipadas com o sistema de código de barras (QR Code), que possibilita o acesso ao conteúdo multimídia através de dispositivos móveis, criando uma nova forma de interação entre o usuário e o atrativo.  
 
Projeto Unesco – Em dezembro do ano passado, o prefeito Márcio Lacerda criou comissão, liderada pela Fundação Municipal de Cultura, para acompanhar o projeto de candidatura da Pampulha junto à Unesco pleiteando o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.
 
O complexo arquitetônico da Pampulha é todo tombado e em três níveis – municipal, estadual e federal. A comissão “Movimento Pampulha Patrimônio da Humanidade” tem a função de dar suporte teórico à equipe técnica que trabalhará no projeto, que está cadastrado na Unesco desde 1996.