Vencedores do Concurso Prato Junino irão para o Mercado Central

tags

Sexta-feira, 15 Junho, 2018

por: Ascom

Concurso envolveu faculdades de gastronomia que criaram pratos com a temática junina

Dezenas de estudantes de gastronomia participaram do concurso

Neste sábado, 16 de junho, Belo Horizonte vai conhecer as quatro receitas vencedoras do Concurso Prato Junino, criado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, como uma frente do projeto de gastronomia do Arraial de Belo Horizonte. Nesta semana, quatro seletivas aconteceram nas faculdades de gastronomia do Senac, Estácio de Sá, UNA e Promove e os vencedores serão apresentados em clima de festa junina no Mercado Central.
 
“O Arraial de Belo Horizonte já tem em excelência todos os quesitos de uma tradicional festa junina: a dança, a música, a religiosidade e a festa na Praça da Estação... Agora, trouxemos a gastronomia, que é um dos nossos principais atrativos, para o epicentro do evento, elevando a qualidade dos serviços culinários no Arraial, envolvendo faculdades, bares e restaurantes da cidade em prol da culinária mineira junina”, relata Aluizer Malab, presidente da Belotur.
 
Na Faculdade Senac, o prato Camadas de Junho foi o grande vencedor. Sua idealizadora, a estudante de gastronomia Ana Cláudia Soares Silva, fez uma espécie de verrine de canjicão com caramelo de rapadura e pipoca de sagu. “Minha ideia foi criar uma receita prática, para funcionar bem na Praça da Estação, durante o Arraial de Belo Horizonte. Escolhi remeter a ingredientes que não podem faltar em festas juninas, como canjica, rapadura e pipoca”, comenta Ana Cláudia Soares, sobre o Camadas de Junho, sua receita campeã.
 
Já a seletiva da Faculdade de Gastronomia Promove elegeu o Escondidinho de canjiquinha com creme de queijo, feito pelas cozinheiras Elisete Ribeiro, Vanessa Baracho e Ana Paula Forte, como o principal. Ana Paula Forte e suas colegas também apostaram na tradição, mas com um toque de novidade. Ela explica como chegou ao prato vencedor da seletiva da Faculdade Promove. "A ideia do prato veio da Festa Junina do Promove, onde servimos canjiquinha. Queríamos fazer o prato, mas de um jeito não tradicional. Então chegamos ao escondidinho. Para o concurso modificamos ainda mais: colocamos o creme de queijo e cozinhamos o pernil de forma diferente."
 
Quem venceu a seletiva da Faculdade de Gastronomia Estácio de Sá foi o grupo formado por Bruno Romana, Douglas Gusmão, Pedro Leal, Rogério Bandeira e Vander Júnior com o prato ‘Porquinho no milharal’. Quanto o resultado foi anunciado, a emoção foi tamanha que Bruno Romana literalmente desmaiou. O susto passou em cerca de dois minutos, quando ele recuperou os sentidos e, chorando, disse estar muito feliz. “Não estava prevendo a vitória. Meu prato é um bolinho, você junta, frita e costuma dar certo… Mas o nosso diferencial é que para além de um simples bolinho mineiro, acrescentamos o velouté [um molho da cozinha francesa] e contamos com uma montagem prática para funcionar bem na Praça da Estação”, relata o jovem cozinheiro.
 
Os vencedores da última seletiva, na Faculdade Una, foram os alunos Ana Luíza Miranda, Marina Luvizotto, Luana Ribeiro de Souza, Thais Gabriele M. Dias e Pedro de Oliveira, com o prato BelôCaldo, um caldo de batata baroa com ora-pró-nobis, frango e farofa de bacon, servido em panhoca de milho. “Queríamos criar uma opção bem junina, que combinasse com a festa e com o frio. Focamos em Minas Gerais, por isso usamos ingredientes daqui, valorizando os produtores locais. Nos dedicamos muito à produção do prato e à compra de ingredientes, por isso estamos muito felizes em ganhar”, conta Marina Luvizotto.
 
O concurso
Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), com a Frente da Gastronomia Mineira e com faculdades de gastronomia​ da cidade (SENAC, Promove, UNA e Estácio de Sá), a disputa tem como objetivo requalificar a área gastronômica do Arraial.
 
As faculdades participantes promovem um concurso interno entre os acadêmicos, que devem elaborar um prato típico, doce ou salgado, da culinária junina. De acordo com o regulamento, é necessário que as receitas tenham pelo menos dois ingredientes que sejam componentes característicos das mesas de Belo Horizonte na temporada. Entre as opções estão: torresmo, queijo minas, milho, quiabo, mandioca, canela, coco, amendoim, rapadura, fubá, cachaça, entre outros.
 
"A ideia do concurso é pertinente porque o Arraial de Belo Horizonte é um evento de porte nacional e isso gera uma visibilidade para o que está sendo pensado e produzido dentro da academia na área da gastronomia. É uma via de mão dupla: o alunos ganham a oportunidade de trabalhar novos pratos, pesquisar, discutir as melhores técnicas para lidar com os ingredientes da época sem perder de vista a tradição. O Arraial ganha por oferecer pratos diferentes e interessantes para seu público", explicou o chef Edson Puiati, coordenador do curso de Gastronomia da UNA.
 
As criações dos alunos estão sendo avaliadas por um júri especializado formado por: Anália Picinin, Culinarista e Assessora de Operações e Eventos na Belotur e Júlio César Gonçalves, Conselheiro da ABRASEL e membro FGM. Já o júri técnico será formado por Nenel, jornalista responsável pelo Blog Baixa Gastronomia, Márcia Nunes, do restaurante Dona Lucinha e Chef Tulio, do Chef Tulio Internacional Butiquim.
 
APRESENTAÇÃO DOS PRATOS VENCEDORES
Quando: 16/06, às 9h30
Onde: Espaço Mineiraria/Mercado Central - Av. Augusto de Lima, 744, Centro
OBS.: toda a imprensa está convidada a cobrir as seletivas do Concurso Prato Junino.